Junta de Freguesia

São Sebastião

zWeatherFeed - Basic Weather Feed Example

Casa do Povo da Vila de São Sebastião


 

Contactos

Casa do Povo da Vila de S. Sebastoão

Canada da Forca

9700-623 Vila de S. Sebastião

Telefone: 295 904 123

Email: cpsaosebastiao@mail.telepac.pt

 

Lugar comum é dizer-se que “a tradição já não é o que era”, mas por muita veracidade que esta expressão contenha, sustentada nas mudanças socio-económicas que as sociedades enfrentam, não deixa também de ser verdade que o espírito das tradições de um povo se mantém sempre imutável enquanto a alma desse mesmo povo existir.A Vila de São Sebastião é uma localidade rica em tradições que os seus habitantes foram criando e moldando ao longo da sua existência, desde o seu princípio como porto de desembarque e berço civilizacional da Ilha Terceira. Esta riqueza tradicional reflete-se nas instituições, independendentemente da sua área de ação na sociedade ou até mesmo da sua longevidade. Todas as instituições de São Sebastião mantêem o legado das tradições da Vila.

A Casa do Povo da Vila de São Sebastião, por inerência da sua condição de instituição sebastianense, tem também a seu cargo o manter de algumas condições que permitam o assegurar da continuidade tradiconal da Vila. Ser Casa do Povo é reúnir as condições que possam ser exigíveis a um lugar de reúnião para convívio social do povo. A tradição do Espírito Santo como ponto mais alto, mas também outras tradições de agrupamento da sociedade sebastianense, exigem um espaço disponível para a sua realização. E esta exigência tradicional é aquela que fez surgir o salão da Casa do Povo e que faz com que este continue a ser mantido e recuperado perante novos desafios e exigências . Uma Função do Sr. Espírito Santo pode realizar-se em qualquer lugar e em qualquer lugar terá a benção do Espírito, mas o brilho da tradição é mais forte quando a Função tem lugar no salão da Casa do Povo…e isto é exigência tradicional.

Existem outras tradições, menos faladas do que ser um espaço para convívio, talvez mais esquecidas por serem tão mais frequentes no dia a dia, mas que também constituem para a nossa instituição exigências tradicionais. O apoio social a quem necessita dele, é uma tradição da nossa sociedade e esta tradição exige que a Casa do Povo mantenha condições para que nela possam haver consultas médicas e de enfermagem, ou recolha de análises clínicas, mas também para que se torne num polo de auscultação de carenciados e de distribuição de géneros alimentícios através de um prótocolo com o Banco Alimentar Contra a Fome.

O encaminhar dos jovens é uma tradição social, que a nós obriga à criação de valências dinamizadoras de desporto que permitam o enriquecer e preencher o tempo dos jovens sebastianenses, mas também a manutenção de espaços e infraestruturas de técnicas informáticas que permitam o desenvolvimento das capacidades dos mesmos jovens.

A tradição pode já não ser o que era, mas as tradições são para se manter e por isso na Casa do Povo assim como nas outras instituições sebastianenses, todos os dias se promovem esforços para a sua continuação pelos tempos, como por exemplo:

Esperança…essa é “a última a morrer” e por isso na Casa do Povo da Vila de São Sebastião mantemos a esperança da continuação futura de todas as tradições passadas.

Não temos esperança vã, pois temos confiança não só na capacidade institucional da Vila de São Sebastião, mas também no espírito da Casa do Povo e nas nossas próprias capacidades de resolução e empreendimento. E por isso acreditamos que no futuro oportunidades surgirão para podermos promover e melhorar, não só as condições de continuação das tradições que hoje asseguramos, mas também novas condições de apoio a outras necessidades, ou tradições, da sociedade sebastianense.

Só mantendo as tradições manteremos a esperança, pois só nos lembrando de quem fomos seremos quem queremos ser.